quinta-feira, outubro 6

Hoje andava à procura de papel e caneta para escrever qualquer coisa que já não me lembro. e encontrei uma carta, uma carta que tu escreveras já à algum tempo, uma carta de amor "única". e "única" sabes porque? porque eu sei que naquela carta demonstraste o amor, todo o teu amor, expressaste-te como ninguém, e também choraste, e sabes como é que eu sei que choraste? porque no dia em que recebi aquela carta um bocado de papel ainda estava molhado e enrugado.


4 comentários: